Polícia conclui inquérito sobre padrasto que estuprava gêmeas; adolescente de 15 anos está grávida

Os crimes aconteciam em uma área rural entre as cidades de Corumbiara e Chupinguaia, no Sul de Rondônia. Nesta terça-feira, a delegada Solângela Guimarães concedeu coletiva na Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (DEAM), para esclarecer os estupros.

De acordo com Solângela, uma delegacia do interior encaminhou um documento de denúncia de estupro contra duas adolescentes na divisa entre a cidade de Corumbiara e Chupinguaia. “Como o caso pertence a circunscrição de Vilhena, eu e uma equipe do DEAM assumimos a situação”, afirmou.

A delegada afirmou que o caso é um dos mais chocantes em que ela já atuou em 12 anos de profissão, pela barbaridade e crueldade com as vítimas. Ainda segundo a delegada, as vítimas são duas adolescentes de 15 anos que eram abusadas tanto no acariciamento, quanto na conjunção carnal e tudo sob ameaças.

 

Publicidade

Segundo Solângela, a mãe das vítimas sabia que o companheiro abusava das meninas, mas o próprio o ameaçava de morte e ainda a espancava quando defendia as filhas. “O caso só foi denunciado porque uma das vítimas pediu para o acusado que as deixassem ir para uma cidade do interior para a mãe se tratar e chegando ao local as meninas relataram o fato para avô que resolveu denunciar”.

O acusado foi detido por equipes da Polícia Militar de Corumbiara, Polícia Civil de Cerejeiras e da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (DEAM). Solângela salientou que de acordo com um laudo médico, uma das vítimas está gravida.

Solângela ressaltou que o homem está preso na Casa de Detenção de Vilhena e aguarda a conclusão do inquérito para que vá a julgamento.

com Extra de Rondônia

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>