Modern technology gives us many things.

Trump vai pedir que chineses vendam TikTok; Microsoft quer comprar

Nas últimas semanas, Trump e assessores do governo americano vêm fazendo repetidas declarações contra o TikTok e afirmando que estudam proibir o aplicativo para usuários americanos

0

Nas últimas semanas, Trump e assessores do governo americano vêm fazendo repetidas declarações contra o TikTok e afirmando que estudam proibir o aplicativo para usuários americanos

O presidente americano, Donald Trump, pode dar um passo além em sua disputa contra o app de vídeos TikTok e seus donos chineses, a startup ByteDance. Segundo a agência Bloomberg e o jornal The Wall Street Journal, o presidente vai solicitar à empresa que venda sua participação no TikTok para que o aplicativo possa continuar sendo autorizado dentro dos Estados Unidos.

A Casa Branca e o presidente ainda não confirmaram a informação. Nas últimas semanas, Trump e assessores do governo americano vêm fazendo repetidas declarações contra o TikTok e afirmando que estudam proibir o aplicativo para usuários americanos.

A americana Microsoft seria uma das companhias que avaliam a possibilidade de comprar o TikTok, segundo fontes informaram ao jornal The New York Times e à agência Bloomberg. As empresas, inclusive, já estariam em conversas para um potencial negócio.

A Microsoft é atualmente mais presente no mundo corporativo, sendo dona de programas como o pacote de produtividade Office e o sistema operacional Windows, além da rede social LinkedIn. A empresa também ganhou visibilidade nos últimos anos em setores como games, com a plataforma do Xbox, e em seus serviços de nuvem corporativa.

Acusações de espionagem

O argumento do governo americano é que a ByteDance, startup mais valiosa do mundo e dona do TikTok, tem sede na China e estaria usando o app para espionar usuários americanos e empresas do país e, depois, repassando os dados ao governo do presidente chinês Xi Jinping. O TikTok argumenta que não fornece dados de usuários ao governo chinês.

Nesta sexta-feira, 31, Trump já havia dito novamente a jornalistas que está estudando possibilidades para a situação do TikTok. “Estamos analisando o TikTok. Talvez possamos banir o TikTok”, disse. “Talvez façamos outras coisas, há algumas opções. Mas muitas coisas estão acontecendo. Vamos ver o que vai acontecer. Estamos analisando uma série de alternativas no que diz respeito ao TikTok.”

Leia na íntegra.

Por Exame

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.