Modern technology gives us many things.

Vereadores e prefeitos chegam a Brasília provocando aglomerações em plena Pandemia com novas “Variantes”

O MP precisa investigar a "gastança" com o dinheiro público

0

O MP precisa investigar a “gastança” com o dinheiro público

A Câmara dos Deputados estará lotada a partir de amanhã com vereadores e prefeitos de todo o Brasil e particularmente os do Estado de Rondônia em plena época de crise financeira e “variantes” do Coronavírus que já ceifou a vida de quase 3 mil pessoas no Estado.

O Ministério Público precisa mais uma vez atuar contra esses abusos que envolvem diárias, passagens aéreas (que são as mais caras do país) e alimentação.

Para aumentar a vergonha com o dinheiro público, a União dos Vereadores do Brasil (UVB), realizará entre os dias 23 a 26, o encontro nacional de legislativos municipais. Entre os assuntos do eventos, estão: como elaborar as leis municipais, posicionamento dos vereadores e as mudanças a partir de 2022 e reconfiguração da forma e não o conteúdo do mandato. O valor de inscrição desse evento é de R$ 590 reais por pessoa. Esse fatídico evento será realizado no Hotel Brasília Imperial.

Já a ABRACAM, Associação Brasileiras de Câmaras Municipais, realizará outro evento a partir do dia 23 a 26 de março, com o preço de R$ 450 reais (filiados) e R$ 650 reais (não filiados).

Essa despesa é injustificada porque curso para aprender a ser vereador até no Youtube tem como oferta grátis, sem contar que a maioria das autoridades brasileiras em época de Pandemia, optaram pela vídeo conferência para todas as discussões e tratativas políticas.

O Tribunal de Contas de Rondônia, tem o dever de averiguar essa falta de respeito com os minguados recursos do Erário.

É comum, vereadores serem encontrados durante todo o ano, com o pretexto de entregar ofícios com pedidos de emendas parlamentares para seus municípios, quando podiam apenas enviar por e-mail ou whatsApp.

A Câmara dos Deputados ignora a gravidade da Pandemia, permitindo a circulação sem controle de pessoas em suas dependências, sem qualquer critério sanitário. Uma vergonha…

Veja o descaso e desrespeito as normas do não aglomeramento em plena pandemia com vereadores de todo o país

A câmara dos deputados precisa ser atuada pelo ministério público

Carlos Terceiro, jornalista (Nahoraonline).

 

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.