Modern technology gives us many things.

Democracia às vezes dói – Wildevan Lima

0

Democracia às vezes dói –  Wildevan Lima. Graças a DEUS, que vivemos num país democrático, lugar onde tem palmeiras e onde canta o sabiá, este paraíso nos proporciona momentos históricos e que vale a pena comentar, um desses grandes momentos certamente foi o desenrolar das eleições em nossa cidade.

Democraticamente, diversas pessoas colocaram seus nomes para apreciação, porém com propósitos diferentes, uns com a finalidade de arrumar a vida, outros com o fito de fazer algo em prol da cidade e outros em busca apenas de folclore, desta linda compilação de informações, podemos tirar algumas lições:

1- nossos eleitores não votam em figuras folclóricas e pitorescas, isso significa que quem vai votar, faz de forma séria;
2- infelizmente o dinheiro ainda manda nas eleições e isso deixa os “fichas quase limpas” encobertos por uma cortina de fumaça, basta pegar a lista dos eleitos e dar uma conferida;
3 – será que temos coragem para cobrar dos eleitos, do mesmo modo que cobramos daqueles que votam diferente da gente;
4 – lideranças de bairros que poderiam ajudar a população pela experiência de viver no local e conhecer de perto o sofrimento do povo, não tem vez, isso pode ser apenas coincidência ou simplesmente porque o povo não vota em povo;
5 – apresentadores de programas de TV, que proporcionam pão e circo com dinheiro dos outros, apenas por serem estrelas da mídia local, estão aptos a legislar graças aos que não gostam de política e votam dando um mandato a quem trabalha a miséria alheia;
6 – pessoas sérias que tem o poder de espalhar informação via mídia eletrônica, simplesmente usam o poder de um site para atrapalhar as opiniões e não para educar politicamente o povo;
7 – graças à insistência de alguns, bons nomes puderam aparecer na lista de votação com uma boa soma de votos, porém os empresários que compram vagas e votos tomam à dianteira e agora vão de uma forma ou de outra recuperar os gastos de campanha, transformando por mais 04 anos, nossa cidade em orfanato de serviços públicos,
8 – nem tudo está perdido, os números para prefeitura foram lindos, tivemos o experiente e o sortudo guindados ao segundo turno e a agradável surpresa, em terceiro, com uma campanha inteligente que jamais perdeu tempo em ofender ninguém, apenas clareou a população alguns fatos que a mídia” esqueceu-se de informar “por algum motivo;
9 – quanto ao empresário que não é político, ele fez a parte que lhe cabia na eleição e o povo a outra parte, ou seja, acreditou quem quis;
10 – não roubar, não cobiçar as coisas alheias e não usar o cargo para qual foi eleito, em vão, é tudo aquilo que esperamos dos novos e nem tão novos vereadores, bem como, do próximo prefeito, porem temos ainda pela frente o tal do segundo turno, que só existe em virtude daqueles que fazem as leis, fruto da democracia brasileira, que devido a legenda, nos obriga a aceitar como vereadores, não, os mais votados e sim os garantidos pela lei.

No fim, a vontade do povo, fica de lado, deixamos que eles façam as regras do jogo para eles mesmos jogarem, tudo isso é democrático, porém, DEMOCRACIA AS VEZES DÓI, pena que só dói no lado mais fraco.

Fonte: Wildevan Lima

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.